• Consulta Pública da Versão Preliminar do Plano de Arborização

  • Introdução

    Arborização Urbana

    As árvores desempenham um papel fundamental no meio urbano, gerando benefícios tanto para a população como para o meio ambiente. A arborização está diretamente relacionada com o bem-estar físico, psicológico e social das pessoas, uma vez que viabiliza maior convívio urbano e conforto aos espaços públicos. No meio ambiente, as árvores contribuem para a preservação da biodiversidade, melhoria da qualidade do ar e maior infiltração das águas pluviais.

    Pensar na arborização urbana ao planejar a cidade é de suma importância para prevenir problemas ambientais e para alcançar bons índices de desenvolvimento urbano.

     

    O que é um Plano de Arborização?

    Um plano de arborização é um instrumento que orienta o planejamento, execução e gestão da arborização urbana por meio de diretrizes de plantio e conservação das árvores em logradouros públicos, praças, parques e jardins para curto, médio e longo prazo. Geralmente, um plano de arborização abrange um inventário da vegetação existente, bem como critérios para escolha de espécies a serem plantadas, locais para plantio, etc.

    Cabe a gestão pública de cada município a implantação, desenvolvimento e manutenção do planejamento arbóreo da cidade, assim como sua relação com demais normas e planos locais, a fim de garantir a harmonia entre diversos agentes que influenciam na morfologia e dinâmica da cidade.

    Os planos de arborização podem, ainda, contar com forte participação da população, através de sugestões e opiniões a respeito da relação da população com as árvores da cidade.

  • O PAS – Plano de Arborização de Sobral

    O Plano de Arborização Urbana de Sobral (PAS) deverá ser integrado ao Plano Diretor Municipal assim como ao Plano de Mobilidade de Sobral e vir a contribuir para a construção de um ambiente urbano mais sustentável em prol da qualidade de vida da população local.

    Justificativa

    O plano justifica-se a partir da identificação das seguintes demandas da cidade de Sobral:

    1. O clima semiárido do município caracterizado pelas altas temperaturas.

    2. Arborização inadequada ou insuficiente em algumas regiões;

      – Áreas com potencial para incremento da arborização. Local da foto: Praça do Centro de Convenções de Sobral, CE. Fonte: Google Street View.

    3.  Identificação de alguns conflitos entre árvores, iluminação pública e patrimônio edificado;

      – As árvores, em determinadas situações, podem servir de barreiras visuais para o patrimônio edificado. Local da foto: Rua Conselheiro José Julio, Sobral, CE. Fonte: Google Street View.

    4. Meios de transportes sustentáveis (pedestres, ciclistas) prejudicados pela falta de arborização das vias.

      – Os meios de transporte nãomotorizados são prejudicados pela carência de arborização em determinadas vias. Local da foto: Av. Fernandes Távora antes, Sobral, CE.

    5. Crescente diminuição da biodiversidade da arborização urbana e presença marcante de espécies exóticas invasoras.

      – O nim indiano domina a paisagem urbana de Sobral. Local da foto: Av. Fernandes Távora antes, Sobral, CE.

    Objetivos gerais e específicos

    O plano tem como objetivo geral orientar as ações do poder público no planejamento, execução e gestão da arborização urbana, buscando proporcionar o aumento de áreas verdes através do estabelecimento de diretrizes de execução. Dentre os objetivos específicos, ressaltamos:

    a) Promover a arborização como instrumento de desenvolvimento urbano, qualidade de vida e equilíbrio ambiental;

    b) Fomentar a qualidade da arborização urbana de Sobral estabelecendo parâmetros técnicos e de planejamento para o plantio de árvores no contexto urbano;

    c) Estabelecer critérios para a escolha de espécies para arborização urbana, considerando suas características e a sua manutenção e priorizando o uso de espécies nativas da caatinga;

    Ipê Roxo

    Pau Branco

    Jucá

    Carnaúba

    Flor do Mulungu

    Muda de Cedro

    d) Integrar e envolver a população, visando à manutenção e a preservação da arborização urbana

    e) Promover a educação ambiental por meio das ações de arborização urbana

    f) Contribuir para a revisão e/ou reestruturação da legislação municipal em prol da proteção à vegetação urbana

    g) Valorizar e preservar o patrimônio paisagístico existente no município.

    Metodologia - Etapas e Produtos

    O Plano deverá ser elaborado em 5 (cinco) etapas